terça-feira, 26 de setembro de 2017

CRENÇAS - 25

CRENÇAS - 25
Airton Sousa - Direto de Paciência – Rio

Em 1962 Wayne Hooper compôs esta canção, especialmente para uma sessão da Conferência Mundial da Igreja Adventista. Desde então a música virou sinônimo da crença da Igreja Adventista do Sétimo Dia na segunda vinda de Cristo.

“Oh, que esperança vibra em nosso ser
Pois aguardamos o Senhor
Fé possuímos que Jesus nos dá,
Fé na promessa que nos fez.
Eis que o tempo logo vem,
E as nações daqui e além
Bem alerta vão cantar:
Aleluia! Cristo é Rei!
Oh! Que esperança vibra em nosso ser,
Pois aguardamos o Senhor”

Passei minha adolescência cantando essa música; e agora, muito tempo depois, essa voltou a ser minha fé. Eu tenho essa esperança!


Ele voltará! Virá num piscar de olhos, ao som de trombetas virá com muitos anjos.

Ainda hoje acredito nesta promessa: “Eu voltarei”.

No texto “Crenças - 9” eu falei aqui da ressurreição de Jesus Cristo, e se nós acreditamos na ressurreição, então é certeza que o restante da história é verdadeiro. Por causa da ressurreição tudo muda. Se Ele ressuscitou, é certo que voltará.

“Voltarei e os levarei para mim” (João 14:3).

Será num piscar de olhos, rápido como um relâmpago desponta no oriente e se mostra no ocidente, ele voltará. “O sol escurecerá, as estrelas cairão do céu e os corpos celestes serão abalados.” O chão vai tremer, o céu vai roncar, o mar vai se enfurecer, os montes se abalarão.

A volta de Cristo será visível para todos os habitantes do planeta. Onde você estiver, nesta Terra, se estiver vivo, poderá vê-lO voltando: “Vede, ele vem com as nuvens, e todo olho o verá, até mesmo os que o traspassaram; e todas as tribos da terra se lamentarão sobre ele. Sim. Amém.” (Apocalipse 1:7).

A volta de Cristo será audível também; onde você estiver você ouvirá: “E ele enviará os seus anjos com som muito forte de trombeta...” (Mateus 24:31).

A volta de Cristo provocará uma grande ressurreição: ”Os mortos em Cristo ressuscitarão primeiro.” (I Tessalonicenses 4:16).

A volta de Cristo reunirá todos os santos com Ele: “Pois o mesmo Senhor descerá do céu com grande brado, à voz do arcanjo, ao som da trombeta de Deus, e os que morrerem em Cristo ressurgirão primeiro.” (I Tessalonicenses 4:17).

Que grande dia será aquele dia, quando Ele voltar! E será assim como prometeu: “Eu voltarei, e os levarei para mim, para que vocês estejam onde eu estiver.” (João 14:3).

A volta de Jesus é real, literal e pessoal. Quando Ele subiu ao céu, lodo depois da sua ressurreição, Ele enviou anjos para declarar que o mesmo Jesus feito de carne e osso voltaria, da mesma forma que subiu (Atos 1:11).


“Nenhuma linguagem pode descrever a glória daquela cena. A nuvem viva, de majestade e glória inseparável, aproximava-se ainda mais e pudemos claramente contemplar a adorável pessoa de Jesus. Não trazia Ele uma coroa de espinhos, mas a coroa de glória repousava sobre sua santa fronte. Sobre sua veste e coxa estava escrito um nome: Rei dos reis e Senhor dos senhores. Seu rosto era tão fulgurante como o sol do meio dia. E os reis da terra, os grandes, os comandantes, os ricos, os poderosos e todo escravo e todo livre se esconderam nas cavernas e nos penhascos dos montes, e disseram aos rochedos: Caí sobre nós, e escondei-nos da face daquele que Se assenta no trono, e da ira do Cordeiro. Porque chegou o grande dia da ira e quem é que pode suster-se?” (Apocalipse 6:15-17).

Apesar de tudo que sabemos sobre a volta de Jesus, uma coisa é certa: “O dia que Ele voltar será um dia de alegria e recompensa. Aqueles que passaram despercebidos na Terra serão reconhecidos no Céu. Aqueles que nunca ouviram a aclamação dos homens ouvirão a alegria dos anjos. Aqueles que perderam a bênção de um pai ouvirão a bênção do seu Pai celestial. O pequeno será grande. O esquecido será lembrado. O desconhecido será coroado e o fiel será honrado.” (Deus está no controle, Editora Mundo Cristão, página 182).

Será um dia de tristezas e perdições. Não para você, nem para mim. Eu O verei. Você O verá. Nós O veremos porque nós O conhecemos e diremos: “Eis que este é o nosso Deus, em quem esperávamos, e Ele nos salvará.” Isaías 25:9.

Nós temos esta esperança, somos unidos em uma única esperança. Arrepie-se! Nós esperamos o retorno do nosso Senhor Jesus Cristo.

Cante comigo esta canção:


segunda-feira, 25 de setembro de 2017

SUPRINDO CARÊNCIAS


SUPRINDO CARÊNCIAS
Mário Jorge Lima

O ser humano tem muitas carências e necessidades, em qualquer fase da sua existência. Entramos e saímos da vida precisando de cuidado, atenção, afeto. Não importa se nascemos em berço esplêndido, comum ou sem berço, a necessidade de sermos olhados, acariciados e termos nossas carências atendidas é a mesma.

Acredito que no reino animal, considerando-se toda a fauna conhecida, poucas criaturas sejam tão desamparadas e vulneráveis como os filhos dos humanos. Essa lição inicial que a vida nos dá de dependência total de outros para podermos sobreviver deveria ser aprendida e consolidada indelevelmente em nossa mente de forma consciente.

No entanto, nos esquecemos disso facilmente à medida que crescemos, que passamos da inocência à razão e nos sentimos donos de nosso próprio nariz. E é isso, infelizmente, que nos torna arrogantes por um lado e ingratos por outro, ao mesmo tempo em que faz crescer nosso índice de insatisfação conosco e com a vida que levamos. Passamos assim a vida a reclamar, olhando cada vez mais para o nosso próprio umbigo.


Quando isso acontece tendemos a reclamar de tudo e de todos, a atribuir nossas mazelas à desatenção e mesmo ao desinteresse dos outros para conosco, à falta de sorte, ao destino que nos é cruel, a tudo em volta, menos a nós mesmos e às nossas escolhas. Isso acaba nos tornando amargos, fechados, infelizes.

Não sei se o que vou dizer serve de ajuda contra esse estado de coisas e nos auxilia a sair dessa situação de autocomiseração e imobilidade. Se formos honestos veremos que ao nosso lado sempre haverá alguém em situação de dificuldade semelhante, igual, e em grande parte das vezes, bem pior que a nossa.

Quando isso acontecer – e aqui não vai nenhum conselho de autoajuda – far-nos-á muito bem exercer algum tipo de ação que ajude a minimizar, e se possível, a eliminar o sofrimento alheio. Contribuir com nossos recursos financeiros, talentos e aptidões, tempo ou apenas uma palavra amiga ou silenciosa companhia, nos colocará em sintonia com o outro e com o universo. Além disso, suprirá boa parte das carências físicas, emocionais e espirituais de pessoas sofredoras, tirará o foco de nossas próprias mazelas, e nos dará uma bela e útil razão para existirmos. 



__________________________

Referência:

domingo, 24 de setembro de 2017

CONTANDO OS SEGUNDOS


CONTANDO OS SEGUNDOS
Pamela Henriques Moreira – Angra dos Reis /RJ

Enquanto escrevo, penso nos 34 dias que faltam para eu tirar férias. Mas hoje, o dia em que este texto está indo ao ar, faltam 18 dias. Só faltam ou ainda faltam? Se eu estou ansiosa, se estou contando nos dedos? Imagine!


A minha ansiedade é para algo que eu imagino ser bom. Afinal, férias! O que há de ruim nisso? Ansiosa para passear, para conhecer um lugar novo, viver boas emoções. Falando em férias, alguém aqui do blog já contou também nos dedos para ter seu momentinho de descanso (Dá uma olhada: http://entaoserve.blogspot.com.br/2017/08/ferias-sua-linda.html?m=1).

Poderia dizer que a minha “ansiedade” se trata bem mais de “expectativa”. A expectativa que me estimula a pesquisar lugares que desejo conhecer e a programar detalhes essenciais da viagem. Aquela expectativa que chega a dar alegria só de pensar no que me espera daqui a 34 dias (ops, 18).

Já estive ansiosa muitas vezes, por motivos diferentes. Roí unhas, sacudi pernas, fiquei inquieta, dormi mal. Quer saber, não tem nada de bom, só me faz engordar! Rs. Esse tipo de ansiedade, a qual estou distinguindo daquela outra ansiedade de expectativa, não é saudável.


Deus tem um cuidado especial conosco, por isso orienta:
“Não vos inquieteis, pois, pelo dia de amanhã, porque o dia de amanhã cuidará de si mesmo. Basta a cada dia o seu mal.” Mateus 6:34

Se tem algo tirando o seu sono, não permitindo que você leve uma vida saudável ou feliz, siga esse conselho. Deixe que cada dia se apresente a você; faça o possível e deixe o impossível nas mãos de Deus.

“Lancem sobre Ele toda a sua ansiedade, porque ele tem cuidado de vocês.” I Pedro 5:7

Crie expectativas, sim, tenha metas a cumprir, faça a sua parte! Mas sempre de forma positiva.

Eu tenho uma grande expectativa, uma feliz expectativa sobre Aquele dia – O grande dia - quando todos os nossos sofrimentos e ansiedades serão extintos, quando Jesus voltar e nos levar para habitar junto dEle. (Mateus 16:27)

“Que o Deus da esperança os encha de toda alegria e paz, por sua confiança nele, para que vocês transbordem de esperança, pelo poder do Espírito Santo.” Romanos 15:13

Seja feliz plenamente, conheça mais sobre Jesus!



sábado, 23 de setembro de 2017

CANALHAS


CANALHAS
Jackson Valoni - Mangaratiba (?), Itacuruçá (?) / RJ

Esse texto foi escrito no dia 6 de setembro. Alguma novidade de lá pra cá?

Estou viajando. Volto pra casa. O som ambiente, dominado pelo sistema de refrigeração do ônibus, varia com as imperfeições da estrada. 18°C lá fora. Alguém ronca no banco 17 ou 18, não sei.  Apesar disso, a viagem está agradável. 

Faz vinte minutos que fizemos uma pequena parada numa lanchonete. Comprei dois pães de queijo e uma garrafa d'água. O ônibus começou a viagem às 17h, partindo do Centro do Rio, perto da Igreja da Candelária. Encaramos um engarrafamento na Avenida Brasil e agora são 21h21. Ainda nem passei por Conceição de Jacareí. Meu destino é o bairro de Praia Brava, em Angra dos Reis.


Hoje, quando acordei, vi notícias sobre 8 malas e 5 caixas, ambas totalizando aproximadamente 51 milhões de reais distribuídos em notas de 50 e 100, encontradas num apartamento ligado ao ex-ministro do Governo atual. Também vi que o Governo anterior é acusado de receber propinas no valor escabroso de quase 1,5 bilhão. Não escrevi errado. É bilhão mesmo.



Comprei um pão de queijo por 4 reais. Havia um biscoito de polvilho sendo vendido por 6 reais. Um absurdo!


A gente vota, a gente financia, a gente estimula. A gente fica indignado e "xinga muito no Twitter". Nós, corruptos ativos.


Jesus conheceu um canalha chamado Zaqueu. Ele trabalhava para o Governo romano, mas era judeu. O trabalho de Zaqueu era cobrar impostos, o que não é problema nenhum, porque os impostos do contribuinte ajudam a movimentar o país. O problema é que Zaqueu costumava cobrar quatro vezes mais do que o valor correto. 


Zaqueu, um homem baixo, era professor em matéria de corrupção. Talvez ele tenha prenunciado a doença brasileira que finca suas unhas encravadas e sujas nos temas de novelas que doutrinam a massa; nos púlpitos que doutrinam os fiéis despreparados; nas famílias que alimentam as crianças com os exemplos de corrupção, e depois choram; nas "traquinagens" para buscar a maneira mais fácil de ganhar bens e direitos.



A culpa, talvez, seja da democracia, ou do próprio demo.


Aquele homem, Zaqueu, teve uma segunda chance. Por alguma razão, Jesus viu esperança onde a corrupção transbordava. Jesus falou pra Zaqueu que iria pra casa dele, e que jantaria com ele. A Bíblia conta que aquele cobrador de impostos confessou a Cristo sua maneira de trabalhar, arrecadando até quatro vezes mais do que o necessário, talvez comprometendo famílias que não tivessem condições de pagar impostos tão pesados. 


Zaqueu foi restaurado porque encontrou o Salvador. Zaqueu "deu uma chance" pra Jesus quando subiu numa árvore para ver Cristo de perto. Deu certo.


"... e a verdade vos libertará." João 8:32


Você está indignado com as notícias que dominaram os jornais de hoje? Tente mudar a si mesmo; leve sua mudança para sua família. Protesto de Facebook não resolve. Dê uma chance pra Jesus.



Cheguei a minha casa. 22h46. 

sexta-feira, 22 de setembro de 2017

FOLHAS SECAS


FOLHAS SECAS
Denize Vicente - Ontario - Canadá


Folhas secas. Eu gosto da cor, do barulhinho que fazem, do tapete que se forma no chão quando elas caem... Gosto da ideia, do efeito que surge quando acima delas tem um céu azul de outono... Gosto dos desenhos que elas têm.

Quantas vezes, no meio da sua pressa diária, você para e repara nas folhas de outono?

Quantas vezes se deixa levar pelo estalo das folhas caídas, pela cor que elas carregam, pela beleza que exibem?

A gente tem pressa pra tudo que é coisa e deixa passar as coisas mais lindas da vida. Um olhar um pouquinho mais atento e a gente ganha o dia! Apenas porque contemplou o belo.

No momento em que escrevo este texto, estou num lugar muito gostoso, chamado Courtice, na província de Ontario, no Canadá. Hoje é véspera de outono, e eu estou bem feliz porque vou curtir um pouco, aqui, a estação que tem o colorido mais impressionante que eu já vi na Natureza.


Eu não sei você, mas eu aprendi a ver nos detalhes o encanto das coisas e da vida. É o detalhe do tom daquela folha que caiu no chão, o detalhe do barulhinho bom que a chuva traz, o detalhe do céu azulíssimo sem nenhuma nuvem, o detalhe da onda que quebra antes de chegar à beira da praia, o detalhe do sorriso da criança...

“Detalhes... são coisas muito grandes pra esquecer”, já cantava há muito tempo o Roberto Carlos.

Dê um tempo nessa correria. Descanse um pouco. O sábado vem aí pra lhe dar mais uma chance de ver as coisas sob um novo prisma. Repare nos detalhes.

Experimente isso hoje, e já comece a se preparar para ter um Feliz Sábado! 

Folhas Secas

"Vejo-as e são muitas
O vento as jogou no chão
Já anunciam o outono
Agora a nova estação
(...)

E quando achamos então
Que para mais nada servem
Basta colocá-las na terra
E bom adubo serão
(...)

Enfeitarão as ruas da cidade
Serão habitat dos pássaros
Os quais alegrarão o ambiente
Cada um com seu canto

Sombra e abrigo serão
E alimentos também
Para alguns animais
Até para os homens

Agora estas folhas secas
Deixam-nos uma grande lição
A de que a seu tempo cada um
Temos a nossa missão!"

(Literatura de Cordel)


quinta-feira, 21 de setembro de 2017

MARIANA CONTA UM


MARIANA CONTA UM
Mário Jorge Lima

Estava eu no meu escritório pensando no que poderia conversar com vocês desta vez, quando resolvi entrar no Facebook enquanto a “inspiração” não vinha.

Deparei-me, então, com uma postagem feita pela filha de um de meus melhores amigos, João Leopoldo Bracco de Lima, recentemente falecido. Fiz questão de citar seu nome completo, como homenagem, pois o João foi um ser humano extraordinário. Sua filha Roberta é mãe de uma criança que chamamos “especial”; tem Síndrome de Down.

Essa criança, o Gabrielzinho, com menos de dois anos, está já há uma semana na UTI de um hospital, com problemas sérios, causados por Acidose, e que ainda não foi vencida pelas medicações e tratamento. Seu caso vem inspirando muitos cuidados.

E essa mãe especial – sim, porque mãe e pai de crianças especiais são também especiais – está lutando com todas as suas forças para superar essa situação, lado a lado com seu filhinho, sofrendo, angustiando-se, chorando e alegrando-se em função do andamento da doença e dos resultados alcançados.



Na postagem ela conta que... aliás, vou colocar aqui nas próprias palavras emocionadas dela:

Os batimentos cardíacos dele (Gabrielzinho) foram para 220!!! Eu quase tive um treco! Mas, como sempre, criamos força sabe lá Deus de onde. A médica disse que ele precisava se acalmar, e em plena UTI lá fui eu pedir socorro à ‘Galinha Pintadinha’, e não é que a música ‘Mariana’ fez algo inacreditável! Em apenas alguns segundos, os 220 batimentos cardíacos caíram para 150!!! Nem as enfermeiras acreditaram!

Eu tenho uma filha adulta, chamada Mariana, que está longe, hoje é cidadã de outro país, e lembrei-me que, quando ela era criança, em muitas noites cantei essa música pra fazê-la dormir. A letra dizia: “Mariana conta um, um conta Mariana, é um é Ana, viva Mariana, viva Mariana”. E ia cantando e contando até dez. Depois voltava e repetia, e repetia... Normalmente, quem dormia era eu.

Não preciso dizer que aquela postagem da Roberta me “derrubou”, não só pela lembrança da minha amada filha Mariana, mas por ver o que o amor e a fé de uma mãe desesperada podem conseguir. Peço respeitosa licença aos amigos que não creem nas coisas espirituais, e que certamente atribuirão esse fato a outras razões lógicas e explicáveis pela medicina, mas eu e a Roberta, que somos crédulos, sem nenhuma arrogância e até com humildade, nos permitimos entender que ali aconteceu um fato sobrenatural.

Seja por razões científicas, seja por fato sobrenatural, o que eu quero ressaltar neste pequeno texto, é o amor e a entrega de uma mãe, que é a coisa mais palidamente parecida com o amor de Deus. O amor, esse sentimento universal, poderoso e transformador, é o melhor que podemos ter, manifestar e compartilhar, não apenas em relação à nossa família, mas também com amigos, conhecidos, desconhecidos, incluindo-se aí os infelizes, que sofrem e têm carências de todo tipo.

O amor cura, a fé também cura, e ambos trazem esperança. Não foi por outra razão que no mais belo texto bíblico sobre o amor, nascido da pena de Paulo de Tarso, seja dito que um dia “permanecerão a fé, a esperança e o amor, estes três; porém, o maior destes é o amor”.



____________________________________

Referência:

http://www.multisites.com.br/dl/mariana_conta_um.pdf - texto de Mario Jorge Lima, escrito em abril de 2012 - acessado em 17/09/2017.

quarta-feira, 20 de setembro de 2017

MIB - HOMENS DE PRETO


MIB - HOMENS DE PRETO
João Octávio Barbosa – Bento Ribeiro City – RJ

Nem parece, mas já faz 20 anos que estreou no cinema o clássico que estampa o nosso título de hoje. Foi em 1997 que o mundo foi apresentado a esse filme sensacional estrelado por Will Smith (Agente J) e Tommy Lee Jones (Agente K). Quem tem de 25 anos para cima com certeza se lembra de tê-lo visto numa “Tela Quente” da vida (para quem tem menos idade, acredite: ninguém tinha internet para baixar o filme num Netflix ou Piratex da vida).


O Agente K é um dos fundadores da agência ultrassecreta MIB (“Men In Black”, Homens de Preto, em Inglês), criada pelo governo para monitorar atividades alienígenas. Recém-contratado para trabalhar na tal entidade, o ex-policial James (Agente J) se une a K para desvendar os mistérios de um possível ataque. Ambos os agentes terão que parar um inseto gigante que foi introduzido no corpo de um agricultor; e seu plano: pegar a Galáxia que está “no Cinturão de Órion”.

O filme brinca com a eterna (ou será que um dia responderemos?) pergunta: “Estamos sós no Universo?”. Qual a sua opinião? Em MIB, vemos um mundo que tem as portas abertas para seres de todo o Cosmos, mas é dever da entidade deixar toda a população terrestre ignorante quanto a isso.


Diversas pessoas dizem ter visto OVNI (Objetos Voadores Não Identificados), mas não recebem muito crédito, geralmente. Do outro lado, existem cientistas sérios que estudam o Universo e fazem cálculos complexos para chegar a números grandes sobre a quantidade de planetas no espaço, para que a possibilidade de haver vida em algum deles não seja tão remota.

Ao mesmo tempo, esses cálculos dão a entender que a distância entre nós aqui da Terra e esses outros pontos onde possa haver vida inteligente é tão grande que até mesmo se eles ou nós tentarmos um contato mútuo, passarão milhares de anos para que a resposta chegue, e assim não será a nossa geração que obterá essa resposta, e sim nossos tatatata(eterno “ta”)ranetos.


Mesmo assim, a gente não sabe, na hipótese dos ET existirem e serem bem evoluídos, com que base tecnológica eles vivem? De repente, eles são mais avançados e resolvem esse problema de distância e velocidade melhor do que a gente. Bom, espero que, se isso ocorrer, eles não venham no ódio.

Enfim, essas são algumas teorias, mas aquela em que eu boto fé é a bíblica.

Porque não temos que lutar contra a carne e o sangue, mas, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais. 

Dentro do contexto desse versículo da Bíblia, você nota algumas palavras pouco usadas no Português coloquial. “Principados” e “potestades”, dizem os estudiosos da língua original bíblica, se referem a lugares fora da Terra. Ok, você se pergunta: Você tem certeza que estamos falando de ET? Não podem ser anjos, por exemplo? Bem, o consenso geral é que se trata de seres de outros planetas, os quais vivem em mais harmonia com o Deus Criador pelo fato de neles não haver entrado o pecado.


SPOILER FINAL. E eis que a Galáxia pretendida pelo inseto gigante do filme era tão pequena que cabia numa minúscula joia pendurada na coleira de um gatinho. Para as brincadeiras sobre a noção de espaço e tamanho ficarem ainda mais divertidas, no fim do filme se revela que todo o nosso Universo nada mais é do que o conteúdo de uma bolinha de gude de um ser imensuravelmente maior que tudo.

Talvez sejamos só isso mesmo. Uma poeirinha das estrelas. Um pedaço de um todo muito maior que nós. Mas eu preciso falar para você no que eu acredito: eu vejo um Deus maior lá em cima. Tudo tem um encaixe muito perfeito para acontecer ao acaso.
Leia a Bíblia por você mesmo e tenha mais acesso ao que eu estou falando... Abraço!

Não peço que concordem, espero que reflitam!

________________________________


Referência:

¹ https://pt.wikipedia.org/wiki/Men_in_Black - acessado em 30/08/2017.

terça-feira, 19 de setembro de 2017

CRENÇAS - 24


CRENÇAS - 24 
Airton Sousa - Direto de Paciência – Rio

Por várias vezes tenho falado, neste blog, do bairro onde moro, aqui deste lado da zona oeste do Rio de Janeiro. Paciência. Pense num lugar longe! Agora pense num lugar mais longe ainda do que o lugar que você pensou e chegará a Paciência.

Ah, mas aqui tem um pôr do sol que eu nunca vi em lugar nenhum!

Então pense num pôr do sol...


Por que olhamos o pôr do sol e ficamos admirados com esse céu noturno? Por que ficamos impressionados com as nuvens e suas formas? Que fascinação há em contemplar a natureza! Ela sugere um Criador imenso. Um Deus imenso, poderoso.

Sabe, quando comecei esta série (CRENÇAS), eu firmei um compromisso com a Diretoria deste blog. Eu queria permissão para falar das minhas crenças, queria estudá-las. E foi uma série muito útil para mim. Para cada texto precisei pesquisar, e nessa busca eu fui conhecendo muito da natureza de Deus. Fiquei impressionado com a exposição do plano da salvação! Descobri o caráter de Deus através da sua lei, que é perfeita e que me conduz à cruz.

Se você acha que Deus foi poderoso e amoroso, espere para ler o tema de hoje.


“Até duas mil e trezentas tardes e manhãs e o santuário será purificado.” – Daniel 8:14

A crença no Santuário Celeste é um dos pilares fundamentais da Igreja Adventista do Sétimo Dia. Ao final dos 2.300 dias mencionados em Daniel, Jesus Cristo entrou no lugar santíssimo do santuário celestial, na presença de Deus, para levar a efeito a obra final do seu plano de redenção e iniciar os preparativos para seu retorno a esta Terra.

Deus, motivado por Seu amor e guiado por Sua divindade, mais uma vez nos surpreende com Seu amor infinito. Existe um santuário no céu, no qual Jesus, como Grande Sacerdote, ministra em nosso favor. Nesse local fica o trono de Deus e Seus anjos. Jesus está terminando Seu trabalho tornando acessível Seu sacrifício por nós, aplicando Seu sangue em nossos registros para que cada um possa se tornar justo e pronto para a vida eterna.

Como antigamente eram os pecados do povo transferidos, em figura, para o santuário terrestre mediante o sangue da oferta pelo pecado, assim nossos pecados são de fato transferidos para o santuário celestial, mediante o sangue de Cristo. Ele está fazendo um exame dos livros de registros para determinar quem, pelo arrependimento dos pecados e fé em Cristo, tem direito aos benefícios de sua expiação. A purificação do santuário, portanto, envolve uma obra de juízo investigativo.” – História da Redenção, CPB, página 378.

Embora muitas vezes a gente não entenda os planos de Deus, ou o sentido exato das profecias, é importante a gente crer que agora, neste exato momento, Ele está olhando para os meus erros e apagando-os com Seu sangue. Isso se chama expiação.

Quando esse trabalho terminar, Jesus Cristo voltará a esta Terra e trará a recompensa para cada um que O esperou.

Prepare-se, porque será um dia que ficará marcado. O dia que Jesus Cristo colocará a mão no seu queixo e dirá: Filho, eu nunca me esqueci de ti, por isso voltei para te buscar. Bem-vindo ao lar!


Uma ótima terça-feira pra você!

segunda-feira, 18 de setembro de 2017

A GRATIDÃO PODE MUDAR SEU CÉREBRO


A GRATIDÃO PODE MUDAR SEU CÉREBRO
Michelson Borges

Ser grato por pequenas coisas da vida pode causar mudanças no cérebro. Foi o que concluíram pesquisadores da Universidade de Indiana, nos Estados Unidos. Em artigo publicado no jornal científico NeuroImage, os autores garantem que, depois de poucos meses exercitando a gratidão, o cérebro passa a se sentir ainda mais condicionado a ser grato, o que traz muitos benefícios. A pesquisa compara esse treinamento ao exercício físico: quanto mais é praticada a gratidão, mais propensa a pessoa fica a sentir o mesmo no futuro e isso ajuda, inclusive, a diminuir a depressão.


É interessante constatar a plasticidade cerebral e como os hábitos podem reorganizar nossa maneira de pensar. Lembre-se de que os atos repetidos criam hábitos e os hábitos têm o poder de construir o caráter. Faça da gratidão um estilo de vida e você será mais feliz!



Michelson Borges é editor da revista Vida e Saúde – Editora CPB



_____________________________


Referência



domingo, 17 de setembro de 2017

SEGUIDORES

SEGUIDORES
Pamela Henriques Moreira – Angra dos Reis /RJ

Você faz parte de alguma rede social? Facebook, Twitter, Instagram? Engraçado como reencontramos algumas pessoas do passado, alguns amigos de infância, da escola, de antigos trabalhos! Às vezes, essas são as únicas ferramentas para estarmos em contato com aqueles que de alguma forma fizeram parte de nossa vida.

Provavelmente, não que seja uma regra, você “segue” algum amigo ou artista em uma de suas redes - seja por curiosidade, por admiração, apoio a convicções pessoais ou políticas. Segue ou até mesmo é seguido.


Há uma lista1 que mostra as celebridades que têm mais seguidores no Instagram (aquela rede de fotografias onde tudo é lindo e perfeito – até as minhas fotos). Talvez você conheça ou seja fã de Selena Gomez (124,3 milhões de seguidores), Ariana Grande (111,7 milhões de seguidores), Cristiano Ronaldo (107,8 milhões de seguidores) ou Beyoncé (105,1 milhões de seguidores). Essas celebridades de alguma forma alcançaram simpatia de muitos; desses números, talvez haja alguns que seguem só para falar mal, mas acredito que a maioria segue porque admira.

Estima-se que a população mundial tenha chegado a 7,6 bilhões de pessoas até o momento2. É muita gente! Desse povo todo, cerca de 2,6 bilhões de pessoas seguem a fé cristã3, a religião que possui mais adeptos em todo o mundo.


Quem seriam os seguidores? Aqueles que espiam de longe, que têm curiosidade a respeito da vida alheia, os que imitam gestos, falas, roupas?

“Então, disse Jesus aos seus discípulos: Se alguém quiser vir após mim, renuncie-se a si mesmo, tome sobre si a sua cruz e siga-me.” Mateus 16:24

Interessante, Jesus não pedia somente a “curtida” daqueles que O viam e ouviam, Ele pedia entrega total. Seguir, aqui, vai muito além de dar uma olhadinha; significa ir atrás da companhia de Cristo, andar no mesmo ritmo, imitar, observar, guardar.


A rede social de Jesus é ativa, tem o desejo enorme de levar palavras de esperança, de salvação, de uma vida eterna. Não estou falando da estatística que enumera aqueles que somente admiram ou simpatizam o Criador do mundo, nosso Pai Celeste...

Quer seguir Aquele que deu a vida por você? Então, mova-se!
Não sabe quem é Jesus? Acompanhe diariamente nossas mensagens aqui do Blog! Tenho certeza de que, de formas diferentes, você verá Cristo.

“Sigamos, pois, as coisas que servem para a paz e para a edificação de uns para com os outros.” Romanos 14:19

Leia o texto da semana passada; tem tudo a ver com “seguir”. Clique no link do texto “CEGO GUIANDO CEDO”, do dia 10/09/2017, em ARQUIVO, na coluna aqui à direita, nesta página


__________________________________________

Referências: