domingo, 31 de dezembro de 2017

BYE BYE 2017



BYE BYE 2017
Pamela Henriques Moreira – Angra dos Reis /RJ

Posso dizer que 2017 foi um ano de fortes emoções; nem todas foram positivas, mas foi um ano transformador. Um ano que me mostrou que a fé fortalece, que sem Deus tudo é mais difícil, que perder dói demais e que não estamos imunes a isso. Aprendi que não importa o tamanho do problema, Deus é maior; que eu posso querer muito algo, mas que Deus tem algo melhor para mim.


Tudo o que aconteceu em 2017 me fez ser mais grata, menos egoísta, me fez ter mais fé e me fez enxergar que alguns amigos são verdadeiros irmãos.

Como é difícil deixar para trás lembranças ruins, mas como é importante levar adiante todas as lições aprendidas! Como é gostoso nos lembrarmos dos momentos maravilhosos, mas como é importante saber que há algo melhor preparado para nós!

Tenho alguns projetos para 2018 e talvez você tenha também. Alguns podem dar certo, outros podem nem sair do pensamento, ou pode até mesmo dar tudo errado; porém, que não desanimemos e continuemos a ter fé, ter esperança.

“Sabemos que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito.” Romanos 8:28

Se você crê nesse Deus tão maravilhoso e deseja seguir Suas diretrizes, não há o que temer, pois Ele vai ampará-lo nos momentos difíceis e guiar você para o melhor caminho.

Desejo que você tenha fé, que aceite o amor de Cristo, que cresça em graça e leve alegria por onde for. Permita que Deus seja Deus em sua vida.

Tchau, 2017!
Bem-vindo, 2018!

sábado, 30 de dezembro de 2017

FOTOGRAFIA


FOTOGRAFIA
Jackson Valoni – Angra dos Reis/RJ

A escolha dos meus padrinhos de casamento foi a coisa mais óbvia do mundo. Chamei Filipe e Lucas, meus primos que poderiam perfeitamente ser chamados de irmãos; chamei Victor, meu amigo brutamontes mais amoroso do planeta; chamei Pontinelli, um amigão que me incentiva a seguir adiante porque ele é uma prova viva de perseverança; chamei também Rodrigo, que conheci durante a adolescência, e foi o melhor parceiro com quem contracenei nos teatros da igreja.

Cada um dos meus padrinhos representa um aspecto importante da minha vida. Minha juventude, minha família e minha fé, formando os momentos mais felizes que já vivi.

Eu gosto das fotografias de datas festivas em ambientes familiares. Só aparece quem importa. Agora senti uma leve pena do fotógrafo... Por isso gosto de selfie.

Meus padrinhos com a grana da gravata que eles conseguiram arrecadar. Ps.: Ajudou a pagar o hotel da noite de núpcias

Ontem ouvi um sermão bonito de uma amiga - Leide. Ela contou um pouquinho do que ela viveu em 2017. Estafa, sintomas de depressão, angústia e desânimo. Nas palavras dela, tudo parecia impossível. Mas o sermão encerrou com a declaração surpreendente: 2017 foi o melhor ano da minha vida. Ela conseguiu resumir o ano dessa forma porque percebeu que, ao longo do caminho, Deus conseguiu sustentar sua casa financeira e espiritualmente, como nunca havia feito antes.

Às vezes a gente se entristece com situações do momento porque vê apenas parte do caminho a ser percorrido. E a tristeza aumenta quando a gente se esquece de que Deus ilumina os caminhos por onde nós devemos andar; mas basta perceber por onde Ele quer que você passe.

Olhe pra trás, na fotografia da sua mente. Só as pessoas mais importantes estão nela; só aquelas pessoas especiais que Deus lhe deu de presente é que se fazem presentes em sua vida.

Eu e Filipe, meu padrinho primo-irmão com quem mais me pareço.

Eu lhe aconselho a fazer algo importante, pra você mesmo: seja amigo de Deus. Você não entenderá por onde Ele quer que você passe a menos que consiga percebê-lo quando um amigo lhe dá as costas, quando o pneu do carro fura, quando um osso se quebra, ou quando o beijo não volta.

“Deleite-se no Senhor, e ele atenderá aos desejos do seu coração. Entregue o seu caminho ao Senhor; confie nele, e ele agirá: Descanse no Senhor e aguarde por ele com paciência; não se aborreça com o sucesso dos outros nem com aqueles que maquinam o mal.” Salmos 37:4,5, 7

sexta-feira, 29 de dezembro de 2017

COMO CONSEGUIR O GABARITO



COMO CONSEGUIR O GABARITO
Denize Vicente - Rio de Janeiro/RJ 

Quem andou de carro comigo nestes últimos dias ficou vendo os desenhos de Natal do Charlie Brown e sua turma. Eu gosto deles. Gosto muito. E além do DVD duplo tenho um livrinho, da Editora Conrad – “Você tem muito o que aprender, Charlie Brown!”. É um livro de tirinhas, muito legal; uma delas eu já até publiquei aqui no blog em março do ano passado (http://entaoserve.blogspot.com.br/2016/03/homem-nao-chora-pera-homem-nao-chora.html), quando resolvi tocar no assunto de que “homem não chora”.

Como estamos pertinho do começo de um novo ano, hoje eu queria falar sobre o que vem por aí... Na verdade, nenhum de nós sabe o que vem por aí. Temos dúvidas, incertezas, planos, esperança e até expectativas, mas se eu lhe perguntar o que efetivamente vai acontecer, você não tem uma resposta certa pra me dar, com segurança.

Agora escutem, vocês que dizem: “Hoje ou amanhã iremos a tal cidade e ali ficaremos um ano fazendo negócios e ganhando muito dinheiro!”

Vocês não sabem como será a sua vida amanhã, pois vocês são como uma neblina passageira, que aparece por algum tempo e logo depois desaparece.

O que vocês deveriam dizer é isto: “Se Deus quiser, estaremos vivos e faremos isto ou aquilo.”

Patty Pimentinha é uma das personagens da turma do Charlie Brown; sua melhor amiga é Marcie e ela é apaixonadinha pelo Charlie, a quem chama, carinhosamente, de Minduim (Amendoim) e com quem vive conversando por telefone. Patty Pimentinha costuma dormir durante as aulas, na escola, e só tira D-, ‘tadinha... mas nunca perde o bom humor!

Um dia, ela estava dormindo na sala de aula e acordou bem naquela hora em que a professora acabou de fazer uma pergunta. Imediatamente Patty Pimentinha deu sua resposta:


Você riu, mas a gente é bem assim também. A gente quer ter a resposta certa pra pergunta do momento. E se ela não é a resposta certa pra aquela pergunta, a gente fica procurando alguma pergunta cuja resposta seja a que a gente tem pra dar...

Em 2018 você vai se deparar com muitas perguntas cuja resposta certa você desconhece... Não se desespere por isso. Não é isso que vai fazer você tirar D- na escola da vida. Também não disfarce sua não sabença buscando uma pergunta que se encaixe com a resposta que você tem... A gente não sabe o caminho do vento, não conhece as obras de Deus (Eclesiastes 11:5). Nós somos de ontem e nada sabemos (Jó 8:9).

2018 trará, inclusive, perguntas repetidas, como: “Por que eu?” “Por que comigo?”, “Por que foi assim?”, “Por que eu tenho que enfrentar essa situação?”, “Por que agora?”, “Por que não foi diferente?”...

Não pergunte: “Por que os dias do passado foram melhores que os de hoje?”, pois não é sábio fazer esse tipo de pergunta.


A pergunta certa para as respostas que você tem ou busca não é “Por quê?”; a pergunta certa é “Pra quê?”. Sabedoria mesmo é buscar compreender a razão das coisas – com que propósito elas estão aí e nos atingem.

Fim do ano chegando. Final de mais um ciclo aqui no blog e na vida de cada um. Faltam poucos dias para recomeçar a contagem dos novos 365 dias. A gente deseja as melhores coisas da vida pra você em 2018. E deseja também que você saiba aproveitá-las ao máximo, com sabedoria e gratidão... mas a gente sabe que o Ano Novo não lhe reserva apenas alegrias. #fato. Por isso, lembre-se do que disse o homem mais sábio do mundo: “o fim de uma coisa vale mais que o seu começo” (Eclesiastes 7:8).

Com isso em mente eu me despeço de vocês, fechando hoje, dia 29 de dezembro, a minha participação no terceiro ano deste blog e desejando, sinceramente, que todos nós sejamos, em 2018, mais sábios e mais felizes do que nos tempos em que insistíamos em fazer as perguntas erradas.

Saúde e sabedoria!
Feliz Ano Novo!
E, "se Deus quiser, estaremos vivos e faremos isto ou aquilo.”.





quinta-feira, 28 de dezembro de 2017

PRESENTE E FUTURO EM DEUS


PRESENTE E FUTURO EM DEUS
Jackson Valoni - São Pedro da Aldeia/RJ

Fim de ano é sempre um curioso momento de renovação e reflexão, como se a data 01/01 trouxesse uma motivação para realizar projetos de vida que não deram certo, ou outros, originais.

Frequento a igreja por muito tempo, mas isso não significa quase nada. Ouço muito por aí que devemos confiar em Deus quando as coisas estão ruins; que vai dar tudo certo; que Deus sabe de todas as coisas... Certas frases não fazem sentido se eu não tiver sinceridade no coração pra entender.

Como confiar em um Deus que eu nunca quis conhecer? Aliás, quem é Deus? Sim... frequentar uma igreja não quer dizer muita coisa. Este ano eu tentei conhecer melhor esse Deus. Alguns podem dizer que confiar em Deus possui efeito placebo, que é psicológico, que o acaso manda em tudo...

Deus nos deu algumas dicas de como ter maior intimidade com Ele (Gálatas 3:24, 25). Seguir os mandamentos de Deus, entretanto, não garante salvação, mas nosso conhecimento sobre Ele é aperfeiçoado. (I João 2:3-5)


Graças a Deus porque Ele me mostra como ser alguém melhor! Graça! Essa palavra é um presentão! Somos salvos pela graça de Deus, e essa graça é oferecida a todos. É pra todo mundo! (Romanos 3:20)
 
Aceite esse presente. Deus é grande e Ele quer lhe mostrar o quanto Ele é legal. O ano não precisa acabar pra você começar a descobrir de verdade quem é esse Deus.

Quando somos amigos de Jesus, nos renovamos sem precisar virar o ano. Com essa renovação somos mais felizes, mais confiantes e mais que vencedores!!! (Romanos 8:37)

"Porquanto a graça de Deus se manifestou salvadora a todos os homens" (Tito 2:11)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...