quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

O TEMPO TODO DEUS É BOM!


O TEMPO TODO DEUS É BOM!
(Por Carina Baptista)

Oi pessoal, tudo bem com vocês??
         
Se você já viu o filme "Deus não está morto" certamente deve se lembrar da frase: "Deus é bom o tempo todo, o tempo todo Deus é bom!". E, olhe bem, não há verdade maior e melhor do que essa. Você consegue perceber que tudo que temos de bom é pela graça de Deus?

Passamos por muitos problemas no mundo, mas não fosse o Seu amor tão grande, tudo seria muito pior. Infelizmente, pela nossa natureza pecaminosa, temos a tendência de olhar apenas para o lado ruim e reclamar de tudo.
         
Eu já contei para vocês que nos últimos dois anos passei por muitas coisas: trabalhei meses sem salário, vi meu cachorrinho que eu tanto amava morrer, terminei um namoro e vi minha fé começar a querer ficar fraca. Ainda bem que percebi a tempo e pude pedir forças para suportar tudo. Existem orações que Deus sempre atende, e pedir força e fé é uma delas.
         
Ele me ouviu, e as coisas começaram a mudar – ou, pelo menos, a minha percepção das coisas. Em meados deste ano fiquei desempregada, e para quem, desde os 18 anos, se sustentava, foi uma fase difícil. Mas eu estava certa de que "todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus." (Romanos 8:28). Aproveitei esse período para fazer coisas para as quais, antes, eu não tinha tempo. Participei de cursos de artesanato, fiz mais trabalhos em fotografia (que eu amo), fiquei firme na academia (já estava pago o plano semestral, ainda bem! hehe),estudei mais a lição da escola sabatina e a Bíblia, e consegui correr com as aulas da autoescola.
         
Conversando com um amigo, ele me disse que na empresa onde trabalha estavam precisando de alguém. Eu falei que adoraria e, em algumas semanas, comecei a trabalhar. Detalhe: é na minha área de formação, fazendo aquilo que mais amo, tem pessoas incríveis lá e, a melhor parte... eu vou de bicicleta! :)
         
Gente, sério! Deus é bom demais!
Eu não sei em qual fase você está agora, se acabou de receber a notícia que será mandado embora ou se recebeu um email dizendo que a vaga é sua; se acabou um relacionamento ou se acabou de ser pedida(o) em casamento. Mas, por experiência própria, eu lhe digo: confie nEle que sabe todas as coisas, e jamais perca a sua fé.   



Estamos no final de um ano e, logicamente, vem aí o início de um novo. Sabe sua listinha de desejos? Deposite aos pés dAquele que sabe o que é melhor para você e que o ama mais do qualquer outro pode amar.

Feliz ano novo (oportunidade nova)!!
Um beijo, e até ano que vem!

quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

EM CISMAR, SOZINHO, À NOITE...

EM CISMAR, SOZINHO, À NOITE...
(Por Eduardo Santos)

Hoje, escrevo com um incômodo peso da saudade que ocupa meu peito. Saudade é uma coisa curiosa, é um sentimento ruim oriundo de algo bom que já aconteceu. De qualquer jeito, é coisa da vida da gente!

Falando de saudade, logo me lembro do belo poema de Gonçalves Dias: “Canção do exílio”.¹ Já li esse poema diversas vezes e, em toda oportunidade que tenho, acabo relendo. Gosto da forma como o escritor transmite sua angústia pela saudade que sente de sua terra natal. De forma empática, consigo até mesmo sentir a saudade que ele sentiu.

Talvez pareça um tanto esquisito, mas a saudade que sinto é de algo que desconheço, na verdade, de um lugar onde nunca estive, só ouvi falar. Sinto falta de "um país nas terras de além-rio, cheio de flores, de prazer e luz".² Um lugar diferente do que conhecemos hoje, "uma terra linda e encantada"³, um "lugar onde a felicidade é total"³, onde "não terão mais lutas nem mais cruz".²

Começamos o ano falando do ato criativo de Deus. Revimos a semana da criação, quando a divindade fez surgir um mundo maravilhoso, do que conhecemos apenas uma pálida representação. E, propositalmente, escolhi falar sobre a recriação da Terra em meu último texto.

A Bíblia começa e termina apresentando relatos de ações criativas de Deus e eu gosto de pensar nela como um hiato na história da eternidade, como uma pequena pausa numa história perfeita, como uma interrupção por conta do pecado. Daí a similaridade entre seu início e fim, na minha opinião.

Esta é a mais bela esperança apresentada pela Bíblia: a de que teremos a oportunidade de experimentar o plano inicial de Deus para os seres humanos por causa do resgate que foi efetuado na cruz. Essa maravilhosa promessa é muito bem traduzida em palavras, nos versos a seguir: "Porque, eis que eu crio novos céus e nova terra; e não haverá mais lembrança das coisas passadas, nem mais se recordarão. Mas vós folgareis e exultareis perpetuamente no que eu crio; porque eis que crio para Jerusalém uma alegria, e para o seu povo gozo. E exultarei em Jerusalém, e me alegrarei no meu povo; e nunca mais se ouvirá nela voz de choro nem voz de clamor." (Isaías 65:17-19).

A cada dia que passa, sinto que essa realidade se torna mais próxima. "Os meus olhos já divisam não tão distante, meus ouvidos já escutam sons divinais."³ E a saudade que arde em meu peito é um dos combustíveis que mantém acesa a chama da esperança em minha mente. E à tardinha, "quando o sol se põe no horizonte, eu julgo ver em sonhos esse lar".² Convicto de Sua breve vinda, peço permissão a Gonçalves Dias pra dizer: "Em cismar, sozinho, à noite, mais prazer encontro eu lá; nossa terra tem palmeiras, onde canta o sabiá.".¹


________________________

Referências:
1.    DIAS, G. Canção do exílio. - Disponível em: <http://www.vidaempoesia.com.br/goncalvesdias.htm>. Acessado em 04/12/2015.
2.    Lindo País. Hinário Adventista do Sétimo Dia, número 571.
3.    SANTOS, J. D. Além do Rio. Hinário Adventista do Sétimo Dia, número 570.

terça-feira, 29 de dezembro de 2015

O ÚLTIMO TEXTO, O ÚLTIMO MILAGRE E A ÚLTIMA ORAÇÃO DO ANO


O ÚLTIMO TEXTO, O ÚLTIMO MILAGRE E A ÚLTIMA ORAÇÃO DO ANO
(Por Airton Sousa)

Em agosto, a minha amiga Elisa Costa veio me visitar aqui na loja, trazendo vários presentinhos que minha irmã do coração, a Néia, mandou dos Estados Unidos. Foi uma tarde muito agradável, em que a conversa fluiu solta e gostosa. Falamos de tudo... até que tocamos do assunto da aposentadoria:

- Você não se aposentou ainda ?

- Não, ficaram faltando alguns documentos. Preciso entrar em contato com duas empresas nas quais trabalhei e pedir cópia das rescisões.

- Mas isso foi em janeiro e nós já estamos em agosto! E você ainda não entrou em contato com eles?

Eu não havia entrado em contato mesmo. Cheguei desanimado e deixei pra resolver isso depois e o tempo foi passando, passando... Eu só precisava ligar, ou mandar e-mail. E não fiz.

Foi aí que ela mandou o diagnóstico:
- Você está com depressão!

Questionei no mesmo minuto a minha atitude. Eu sempre me considerei bem humorado, de bem com a vida... não podia estar com esses sintomas nem aceitar esse transtorno. Comecei, então, a recordar tudo o que passei em 2015, e me lembrei de cada luta e de cada vitória; você, que esteve comigo e acompanhou meus momentos, sabe das minhas vitórias, mas houve momentos também de tristezas e incertezas...

Sei que muitos dos meus amigos passam por momentos assim; final do ano, principalmente. Como devemos proceder ao atravessar os dias difíceis, quando as forças se esgotam deixando a impressão de que não há como resistir por muito tempo?

Nesses momentos é bom saber que Deus é o arquiteto do nosso futuro e nada é demasiado grande para Aquele que sustenta e rege o Universo. A escritora Ellen White, escreveu no livro A Ciência do Bom Viver: "Não penseis em todas as dificuldades e cuidados do amanhã, ajuntando-os aos fardos de hoje." (página 481).

Em tempos de tristeza, crise existencial, depressão, com certeza você pode contar com a ajuda de Deus. Evite ficar sozinho, procure sempre um bom amigo para conversar. Cante ou toque alguma coisa. Dê graças a Deus pela vida, pelas flores, pelo sol. Busque conforto na palavra de Deus, a Bíblia, que nesses momentos age como lâmpada para os pés e luz para o caminho (Salmo 119:105).

Lembre-se de que todos nós precisamos do amor de Jesus Cristo e que todo o seu sacrifício na cruz teria valido a pena se fosse apenas para você, ou se fosse apenas eu a recebê-lo. Só em Jesus Cristo encontraremos a alegria. Ele é a fonte. Da alegria, do amor e da paz, e é a cura para todos os males.

Depois que a Elisa foi embora você sabe o que eu fiz? Nada.
No dia seguinte ela mandou mensagem, no outro também, e só depois do terceiro dia eu abri a pastinha com os documentos solicitados e mandei um e-mail para o Hospital Silvestre e outro para a AC Nielsen solicitando as tais cópias. As respostas chegaram em oito dias. Fiz o agendamento no INSS e a data marcada ficou para 29/12/2015. Ou seja, é hoje!

Não entendi por que deixei esse processo parado, por que desanimei tanto com isso, não entendo e também não compreendo por que Deus quis que esse último milagre do ano ficasse para o último dia do ano, praticamente.

E aqui estou eu novamente em frente ao Mar Vermelho. A diferença é que, desta vez, não estou ansioso; pelo menos, depois de tudo o que aconteceu neste ano, depois de tudo que Ele fez... não tenho mais o que temer. Desta vez é fé, confiança total. Esperança!

Lembre-se, meu amigo: Deus já tem a solução e já planejou tudo.

Estamos terminando o ano. Muitas vitórias, com certeza. E se você e eu não nos esquecermos do que Ele fez no passado, não teremos medo nenhum do que vem por aí.

Este é meu último texto, em 2015; volto ano que vem e, quem sabe, já aposentado, com mais tempo para escrever. Talvez eu mande algum texto lá da pracinha, quando estiver jogando damas com outros velhinhos... Talvez.

Desejo um final de ano muito tranquilo e feliz para você. Que Deus lhe abençoe.

Tenho que terminar este texto. E como foi um ano inteiro de orações, resolvi terminar usando as últimas palavras da Bíblia, que, por coincidência, também é a última oração:

"A graça do Senhor Jesus seja com todos. Amém!".



segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

ACORDANDO...



ACORDANDO...
(Por Josy Santos)

Tem dia que quando a gente acorda parece que está tudo sombrio,
que nada de bom vai acontecer, e até bate um pouco de tristeza. 
Mas cabe a cada um decidir o que fazer ao se levantar. 
Ter um dia cheio de maus pensamentos, ficar cabisbaixo... 
ou decidir: vou ser feliz hoje, só depende de mim. 
Lembre-se: É você quem faz seu dia bom ou ruim. 
Decida-se pela felicidade, sempre;
e ela virá, com certeza. 
Por mais que lhe faltem motivos
pra se sentir feliz, 
decida ser feliz
e tudo mudará.
Não lamente por aquilo que não tem. 
Agradeça por tudo que tem. 
Essa é a chave.



____________________


Josy Santos é Professora, canta, tem dois filhos e três netas. Aceitou nosso convite e veio assinar a coluna de hoje, pra falar de decisões e da opção que ela faz todos os dias, pela felicidade.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...