domingo, 25 de fevereiro de 2018

BAIXADA FLUMINENSE - 1978


BAIXADA FLUMINENSE - 1978
Pamela Henriques Moreira – Angra dos Reis/RJ

Vejam esta carta de um leitor da revista “Fatos e Fotos Gente”, de maio de 1978:

Morando na baixada fluminense – região mais violenta do mundo (perguntem a qualquer morador daqui) –, não fico surpreso com a série de vítimas fatais dos traficantes. Aqui, isso acontece várias vezes por dia. Mas, logicamente, fico chocado com crimes como o da menina de Petrópolis. Eu tenho uma filha de 14 anos e agradeço a Deus sempre que ela chega em casa sã e salva.


Foi no último Natal, quando vasculhando as revistas antigas da minha avó, que vi essa carta. 1978! Já se passaram cerca de 40 anos desde que essa carta foi publicada e não é segredo para ninguém que a violência aumentou ao longo do tempo, basta buscar na internet as estatísticas.

A violência, a criminalidade, maledicência são conhecidas da humanidade há milhares de anos e, sinceramente, fica difícil até de ter esperança em alguma melhora.

Vivemos atualmente em uma onda de terrorismo. Quantos transtornos psicológicos serão ainda desenvolvidos pelo medo que se tem, devido à maldade existente no mundo?

Existe uma música que diz o seguinte:

“As grades do condomínio
São pra trazer proteção
Mas também trazem a dúvida
Se é você que tá nessa prisão”

Muitas vezes é essa a sensação que temos: para nos proteger temos que nos esconder, e quem acaba não tendo liberdade são os que desejam uma sociedade tranquila e em paz.


Gostaria de compartilhar com vocês a minha esperança. Assim como o responsável pela carta à revista citada acima, agradeço muito a Deus quando tenho mais um dia de vida. Essa vida, neste estado tão caótico em que se encontra, não tem muita coisa boa a oferecer, mas Deus deixou uma promessa para aqueles que se chegarem a Ele.

A violência deste mundo está prestes a acabar; o sofrimento que vemos nos olhos de muitos não existirá mais.

A maldade vai se espalhar tanto, que o amor de muitos esfriará; mas quem ficar firme até o fim será salvo. E a boa notícia sobre o Reino será anunciada no mundo inteiro como testemunho para toda a humanidade. Então virá o fim.” Mateus 24:12-14

Essa é uma esperança para aqueles que desejam viver plenamente e não mais sobreviver.

Devemos ser perseverantes neste mundo, nunca perdendo a esperança de que Deus tem um lugar preparado para nós!


sábado, 24 de fevereiro de 2018

LARANJA PODRE

LARANJA PODRE
Jackson Valoni – Angra dos Reis/RJ

Em me lembro de uma propaganda eleitoral de um candidato ao cargo de Prefeito do Rio de Janeiro. Na ocasião, a propaganda eleitoral era bastante simples, sem muito recurso. Se não me engano, havia apenas aquele fundo Chroma Key com o logotipo do partido e o número do candidato.

Durante a fala daquele rapaz, ele dizia sobre sua indignação diante da total corrupção que havia se alastrado no mundo político e que ele era a melhor solução para ocupar a cadeira de prefeito da cidade. Então, no auge do discurso, ele aparece com uma laranja na mão.

Com aquele gesto, o candidato dizia que era necessário tirar os "laranjas podres" da administração da cidade, porque a fruta podre contamina aqueles que estão à sua volta.

Bem, ele perdeu as eleições e parece que a profecia dele estava certa. Já vieram outros quatro prefeitos e alguns servidores públicos municipais estão recebendo cesta básica devido ao atraso nos salários.


Certa ocasião Jesus amaldiçoou uma figueira porque quando Ele foi pegar um figo para comer a árvore tinha apenas folhas. No instante em que Jesus disse à árvore "nunca mais dê figos!" os discípulos viram a árvore secar imediatamente. Mateus 21:18-22

Um fruto não possui utilidade se ninguém é beneficiado por ele. Frutas guardadas por muito tempo estragam. Nem mesmo o amor, a alegria, a paz, a paciência, a delicadeza, a bondade, a fidelidade, a humildade e o domínio próprio, se não forem praticados e retribuídos, vão sobreviver aos efeitos do tempo. Gálatas 5:22

Repare que a analogia da laranja podre é uma maneira lúdica de mostrar a responsabilidade que temos um pelo outro. Se o amor não é praticado, traz sombras a quem é rodeado por essa pessoa de coração frio. A “laranja podre” contamina o ser humano. 

O meu desejo é que você e eu possamos estar reunidos na grande festa no dia em que Jesus retornar à Terra. Naquele dia estaremos vestidos com uma roupa que não será castigada pelos efeitos do tempo, porque será de linho fino, e "o linho são as boas ações do povo de Deus". Apocalipse 19:8


sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018

ACADEMIA


ACADEMIA
Denize Vicente – Rio de Janeiro/RJ

Gosto de jogos de tabuleiro. No Carnaval deste ano eu, minha família e alguns amigos subimos a serra e fomos pro meio do verde. Na bagagem eu sempre levo jogos e dessa vez não foi diferente. À noite a gente sentava pra brincar – garantia de ótimas risadas e de crescimento também. Não é à toa que aqui no blog a gente vive falando que tudo serve para o crescimento.

O jogo daquela noite era “Academia” e a palavra da vez era “sabadear”. Confesso que tive dúvidas. As opções pareciam “pegadinhas” ou eram óbvias demais, e eu terminei não votando na definição correta... Logo eu, que vivo sabadeando...



sabadear
sa·ba·de·ar
vint
1 Guardar o sábado como fazem os judeus.
vint
2 Não trabalhar aos sábados.

INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES
Sin: sabatizar.

ETIMOLOGIA
der de sábado+e+ar1.

O sábado é um dia diferente. Muita gente considera o sábado um dia especial porque é o dia da praia, às vezes um dia de folga no trabalho, o dia das compras, das festas à noite... Outras pessoas consideram o sábado um dia sagrado, e por isso também o veem como um dia diferente dos outros. Ah, Denize... qual é? Todos os dias são dias. E o que poderia fazer um deles sagrado? Bem, a gente precisa primeiro entender o que é “sagrado”, e se a gente estivesse jogando “Academia” será que você acertaria a definição?

sagrado
sa·gra·do
adj
1 Que recebeu a sagração; que se sagrou.
2 Relativo, inerente ou dedicado a Deus, a uma divindade, religião, culto ou rito; sacro, santo.
3 Teol Digno de veneração ou respeito religioso pela associação com Deus ou com as coisas divinas; divinizado.
4 Relativo ou pertencente à religião ou ao culto religioso, ou relacionado com eles.
5 Que não se pode ou não se deve deixar de cumprir.
6 Que, pelas suas qualidades, merece respeito profundo e veneração absoluta.
7 Muito estimado, em que não se deve mexer ou tocar.
8 Que não se deve infringir; inviolável.
sm
1 Aquilo que é sagrado.
2 O que foi consagrado pelas cerimônias do culto.
3 Lugar vedado a profanações; lugar privilegiado.

INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES
Antôn: profano.

ETIMOLOGIA
part de sagrado.

Gostei dessa definição que fala em “divinizado” e da que diz “respeito profundo e veneração absoluta”, mas é questão de gosto... você pode optar por qualquer uma das outras e a ideia continua sendo a mesma. A conclusão é que um dia sagrado é um dia que não é igual aos outros porque nada do que se faz nele é “qualquer coisa”, nada do que se faz nele é desrespeitoso; e porque é um dia em que certas coisas não devem nem podem deixar de ser feitas...

O sábado é sagrado porque foi "separado" dos outros pra ser um dia completamente diferente. Jesus Cristo, quando andou aqui pela Terra, ia à sinagoga aos sábados, estudar e ensinar; também no sábado Ele curava pessoas doentes, e no sábado também Ele dava alimento a quem estava com fome... O sábado era um dia feliz pra Jesus, porque Ele o santificava, fazia dele um dia especial, preocupando-se com as pessoas e fazendo o bem a elas, porque, em última análise, quando fazemos o bem às pessoas nós nos ligamos a Deus.


Quando a gente pensa em não matar, não furtar, não cobiçar, não dar falso testemunho, honrar pai e mãe... a gente não tem dúvidas de que essas normas são para o bem de todos; por que temos, então, a tendência de esquecer aquela que diz para nos lembrarmos do sábado como um dia sagrado? "Cadiquê"???

Hoje é sexta-feira. O sábado está aí, à vista.
Experimente a alegria de deixar seus próprios interesses de lado (trabalho, estudo, lazer, compras...) e gaste as horas desse dia sagrado imitando Jesus Cristo: faça o bem a alguém.

A vovó da sua rua que teve a casa toda invadida pela água no temporal da quarta-feira de cinzas deve estar precisando de ajuda... A criança que não tem brinquedos amaria ganhar uma boneca ou um carrinho... Deve haver aí, no seu campo de visão, um senhorzinho doente que não ganha um abraço faz tempo, um casal que não tem frutas em casa para dar aos seus filhos, um jovem que perdeu alguém querido e que precisa ouvir palavras de conforto, alguém que tem dificuldades de se locomover e há muito tempo não vai ao Jardim Botânico, não dorme, sei lá, à sombra de um jatobá...



Quando vou à igreja aos sábados, eu sempre ouço sobre essa coisa do “sagrado”, sabe? É um reforço à ideia linda de que “divinizar” não é apenas deixar de trabalhar para mim mesma nesse dia, nem meramente “ir à sinagoga, como de costume”. Quando vou à igreja aos sábados, eu me encontro com outras pessoas que me lembram do que é “sabadear” – no essencial, entrar em contato com o Divino, por meio do estudo, da Natureza e do meu próximo. Isso desperta em mim a vontade de servir.

Vamos sabadear?

_________________________________

Referência/Fonte:


quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018

NAS ONDAS DE NAZARÉ


NAS ONDAS DE NAZARÉ
Filipe Souza – Florianópolis – SC

Situado na costa oeste de Portugal o canhão de Nazaré é um desfiladeiro submarino que propicia a formação de ondas gigantes. A localidade entrou de vez na rota do surfe a partir de novembro de 2011 quando Garrett McNamara surfou uma onda de 23,8 metros, entrando para o livro dos recordes como a maior onda já surfada. Devido a isso, muitas pessoas se aglomeram nas laterais do Forte de São Miguel do Arcanjo, também conhecido como Forte de Nazaré, para testemunhar a coragem dos destemidos surfistas que se aventuram por lá.






No dia 17 de janeiro de 2018 após checar a previsão de ondas, eu e meus pais rumamos para Nazaré para conhecer as tais ondas. Nesse mesmo dia o português Hugo Vau, de 36 anos, realizou um enorme feito ao surfar uma onda que teria 35 metros de altura, denominada Big Mama, onda que só aparece quando o mar está muito grande. A façanha é resultado de um longo e persistente trabalho. Quando perguntado se o seu feito havia sido questão de sorte ou de muito trabalho ele respondeu: “Ando à espera que aconteça desde há dez anos [risos]. Foi o resultado de muita persistência e de um trabalho de equipa que já vai com uma década. A Nazaré é um sítio muito específico onde um surfista sozinho não consegue fazer nada. Tem de ter uma equipa por trás para gozar esta aventura de forma segura e divertida. Nós passámos três horas e meia na água, sempre a tentar encontrar uma única onda na Praia do Norte. Estava muito, muito vento. As condições eram realmente adversas e já era final de tarde. Mas nós não desistimos e acabámos por ser recompensados.[1]


Aproximadamente dois mil anos atrás Jesus, também conhecido como nazareno, mas de outra Nazaré, avisou a Pedro, seu seguidor e amigo, que ele o desapontaria: “Mas Jesus lhe disse: — Eu afirmo a você que isto é verdade: nesta mesma noite, antes que o galo cante, você dirá três vezes que não me conhece.. Pedro não imaginava que seria capaz de abandonar seu melhor amigo, mas assim que Jesus foi preso ele começou a praguejar e a jurar “não conheço tal homem”. Logo em seguida o galo cantou fazendo Pedro se lembrar das palavras do Mestre.

Ao analisarmos os fatos que antecederam o fracasso de Pedro percebemos que ele negligenciou os momentos de preparo para que pudesse enfrentar aquele desafio com sucesso... Enquanto Jesus suava gotas de sangue, ao antever os sofrimentos do Calvário, pediu aos discípulos que vigiassem com Ele; entretanto, Pedro e os demais acabam dormindo. Ao retornar, Jesus diz a Pedro: “Então nem uma hora pudeste velar comigo? Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; na verdade, o espírito está pronto, mas a carne é fraca.”.

Assim, percebemos que nossas vitórias ou fracassos são determinados muito antes de encararmos os desafios, pela maneira como nos preparamos para enfrentá-los.

Algumas oportunidades são como as ondas de Nazaré, aparecem a cada dez anos, ou apenas uma vez na vida. Às vezes ainda nos sentimos esmagados pelo tamanho das ondas, mas não estamos sozinhos. Jesus deseja fazer parte da nossa equipe e promete: “Eu estou com vocês todos os dias, até o fim dos tempos”.

Você pode convidá-lo para ser o responsável pela sua condução e resgate nos mares turbulentos da vida... Não desista mesmo em condições adversas; Ele promete conduzir você à vitória!

Boas ondas pra você!

__________________________

Referência/Fonte:

[1] Hugo Vau surfou a maior onda da Nazaré. Disponível em: http://observador.pt/especiais/hugo-vau-surfou-a-maior-onda-da-nazare-e-como-ser-perseguido-por-uma-avalanche/ - acessado em 20.02.2018.



quarta-feira, 21 de fevereiro de 2018

FOGO



FOGO
João Octávio Barbosa – Bangu – RJ

A palavra do dia é FOGO.
O fogo é a rápida oxidação de um material combustível liberando calor, luz e produtos de reação, tais como o dióxido de carbono e a água.
O fogo é necessário para seja feita a maioria das refeições. O domínio do fogo foi essencial para as primeiras sociedades conseguirem se desenvolver.
O fogo é elemento essencial para a fabricação de muitos produtos. Os metais, as pedras preciosas, dentre outros. O fogo é elemento primário da vida. Se não fosse aquela gigante bola de fogo lá no Céu que a gente chama de Sol, nós não estaríamos aqui.
Chamamos fogo também um sentimento que surge dentro de nós que nos motiva a fazer algo. Quando estamos com certa vontade, isso é um “fogo” que queima nosso interior para que alcancemos mais.
O fogo também representa um grau de violência. O poder de fogo de uma nação é o quanto ela tem em armamento para uma guerra. O poder de fogo de uma pessoa pode ser a capacidade dela de impor sua vontade ao mundo pela força.
Curiosamente, o fogo também pode ser outra coisa. O fogo é Deus. Não UM deus. O Deus. O meu Deus. Possivelmente, aquele que você também conhece como Deus, mesmo que não o considere assim. O Deus da Bíblia. E nesse livro, a Bíblia, que Deus chama de “sua palavra”, vemos o seguinte sobre a nossa palavra do dia de hoje, fogo:

“Porque o Senhor teu Deus é um fogo que consome.”

Quando falamos do poder de Deus, ele se chama de fogo. Muita gente pode confundir isso com o significado de “Inferno”. Não, não é isso. O ouro é feito com fogo. Mas não se usa o fogo para destruir o ouro, e sim para refiná-lo, purificá-lo. Para que ele exista na sua melhor forma. Deus é fogo porque assim ele melhora o que é bom. Deus, porém, também é fogo para destruir, mas apenas o mal.

Deus é muitas coisas, dentre elas Ele é fogo. Se você acredita que precisa de fogo na sua vida hoje, destruindo todo o mal e aperfeiçoando o bem, ponha Deus na sua vida hoje!

Hoje é dia de fogo!


terça-feira, 20 de fevereiro de 2018

DIVAGANDO E SEMPRE


DIVAGANDO E SEMPRE
Airton Sousa – Direto de Paciência - Rio

Eu gosto de começar meus textos contando alguma historinha, sempre, mas hoje eu não tenho historinha... Eu ainda estou pensando naquele texto da semana passada, quando comentei sobre o poder de Deus, e hoje estou mais para refletir. É como se eu estivesse conversando comigo mesmo...

A Bíblia conta que em uma ocasião, quando Moises libertou o povo hebreu das mãos de Faraó, o povo cansou de comer o alimento vindo do céu, chamado de “maná”, e começou a reclamar com Moisés. A situação era grave, eles sentiam saudade dos tempos em que eram escravos no Egito. Moisés, desorientado, foi falar com Deus. Ele também não aguentava mais aquilo tudo. E Deus prometeu que daria carne para aquele povo. Moisés duvidou... “Senhor, aqui estou eu no meio de seiscentos mil homens de pé. Será que haveria o suficiente para eles se todos os rebanhos fossem abatidos? E se todos os peixes do mar fossem pescados? Deus respondeu a Moisés: Estará limitado o poder do Senhor? Agora você verá se a minha palavra se cumprirá ou não.” (Números 11:21-23)

Depois disso veio um vento da parte de Deus e trouxe codornizes do mar e as fez cair por todo o acampamento.

Durante todo aquele dia e aquela noite, e durante todo o dia seguinte, o povo saiu e recolheu as codornizes. A história continua e com um final não feliz, mas o que eu queria destacar aqui, é aquele diálogo de Moisés com Deus. Que fantástico, hein!? E olha a intimidade dos dois!

Eu olho para Moisés e vejo a transformação que foi feita em sua vida. Eu olho para mim e percebo algumas semelhanças, principalmente na teimosia… Olha a cara de tonto de Moisés olhando a sarça se queimando. Olha Moisés com o cajado na mão e o mar se abrindo. E agora olha Moisés, duvidando se Deus conseguiria mandar carne para mais de seiscentos mil homens. 
Quer dizer que depois de tudo isso você ainda vai limitar o poder de Deus? Nunca! O poder de Deus nunca deve ser questionado. A Palavra de Deus sempre se cumprirá, eu acreditando ou não.

Eu sei que você é diferente de mim, que você nunca perdeu a confiança, mas cada vez que percebo que vacilei eu aumento a minha fé e peço que Deus me perdoe quando eu duvido dEle.

“Ora, dizei-me: Quem pôde medir a águas na concha da sua mão? Quem conseguiu avaliar a extensão dos céus a palmos, medir o pó da terra com o alqueire, ou calcular o peso da terra, ou ainda pesar as montanhas na balança e as colinas nos seus pratos?” (Isaias 40:12)

E assim finalizo minhas divagações de hoje, com uma certeza: Deus não mudou. Ele continua o mesmo.

segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

GERAÇÃO DE "SUPER"


GERAÇÃO DE "SUPER"
Priscila Pahim – Rio de Janeiro/RJ

Existem Certas Coisas, como super-heróis!
Essa geração de “super”, que vivemos... sei não... Existem personagens de todos os tipos e para todos os gostos, com superforça, supervisão, superaudição, super-rápido... É tanto “super” que fico até perdida! Hoje todos estão buscando o #superalgumacoisa, e se não tiver “super” não tem graça. 

Mas existiu um cara chamado Sansão, que viveu muitas aventuras com a sua superforça ao lado de Deus. Ele tinha uma conexão forte com Deus, e isso só foi possível porque primeiramente seus pais se comprometeram a não cortar seus cabelos. Estranho? Pois foi assim: um anjo apareceu e falou com seus pais que o cabelo de Sansão não deveria ser cortado; eles ouviram e se comprometeram a atender a ordem. Um pedido simples que fez a diferença na vida de Sansão.


Tá. E se hoje, bem hoje, aparecesse um anjo na sua frente? Sabe aquele ser coberto de luz, com asas, enorme, pesando algumas toneladas... Qual seria a sua reação? E se ele fizesse um pedido, algo simples, tipo ensinar as crianças a andarem pelo caminho certo? Ensinar sobre respeito ao próximo? Você faria?!

Jesus pode não usar um anjo, hoje, para lhe dar esse recado direto, mas Ele usa outros meios e precisamos aprender a ouvir e aplicar em nossa vida as instruções que recebemos. Toda criança aprende pelo exemplo.
Quer uma criança educada? Seja educado!
Quer que a criança fale baixo? Então não grite!
Quer que a criança não faça pirraça?! Fácil! A resposta está em Colossenses 3:21: “Pais, não irritem os seus filhos, para que eles não fiquem desanimados.”... - aliás, esse é um texto bíblico que quer dizer que as crianças precisam ser incentivadas. Reconheça o seu talento. Um simples rabisco no papel, que para você pode não fazer sentido, para uma criança faz (e talvez ela se torne um Picasso, um dia).
Ensine a criança a fazer escolhas certas e então poderá apoiá-la sem medo, no futuro.

“Eduque a criança no caminho em que deve andar, e até o fim da vida não se desviará dele.”
Provérbios 22:6

Se você precisa mudar algum ponto na educação de seus filhos, precisa começar hoje. Seja um modelo. Talvez você não tenha filhos ainda, mas com certeza existem crianças que fazem parte do seu dia a dia e o exemplo deve ser o mesmo - vai que uma criança tem você como exemplo e você nem sabe?! Vamos preparar os pequenos para serem “SUPER” ao lado do melhor amigo, Jesus!


Que Certas Coisas da vida se tornem coisas certas!
Vejo você na semana que vem.